sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

Amor demente,por sérgio salvati.

Enquanto a flor mais bela Revela a poesia do encanto Boemia eu canto a dor Amor me lanço à paz Jaz meu sonho paraíso Realizo em vida e morte Sorte disparo ao peito Feito flecha ao coração Paixão ardente em chamas Exclama o cupido duende Demente eu amo esta flor

Um comentário:

  1. Mary, me mande um e-mail se vc gostou... rs
    Beijos.
    um.cara@hotmail.com

    ResponderExcluir